quinta-feira

Os meus bichanos


  Quase todos vocês sabem que uma das coisas que mais queria era trazer os meus gatinhos para o pé de mim. Com a vinda dos meus avós, pareceu-me a altura indicada. Vinham acompanhados e não se sentiam tão sozinhos. Pois, mas infelizmente não vai ser possível. Nem agora, nem nunca. 
  Os meus avós levaram-nos ao veterinário e ele aconselhou-nos a não levarmos o Simão. Para quem não sabe o meu Simão tem um problema na caixa toráxica. Este pequeno problema nunca o impediu de fazer nada. Sempre correu e brincou como o Matias. Mas também sempre foi o mais nervoso e o mais assustado. Sempre que ouvia um barulho diferente escondia-se logo e o coraçãozinho batia a mil. Pois que o veterinário acha que a viagem pode ser bastante stressante, afinal de contas são 8 horas de avião, mas deixou a decição nas minhas mãos. 
  Apesar de me custar horrores não tê-los aqui comigo, prefiro que eles fiquem lá bem, do que acontecer alguma coisa durante a viagem. E eu sei que eles são tão bem tratados! A minha avó já me disse: ''Vou ter tantas saudades deles quando estiver aí''. E assim sempre tenho uma razão para voltar a Portugal, (re)ver o meu Simão e o meu Matias.

9 comentários:

Coquinhas disse...

Ooooh :( Mas olha, se os levasses a tua avó também ia sentir muitas saudades deles eheh :P

Arco Iris disse...

Ficam muito bem entregues...
e, se porventura acontecesse alguma coisa na viagem, era complicado para ti
Beijinhos

Patrícia disse...

Ohh :s Mas lá está, eles estão a ser bem tratados**
Olha e porque é que não arranjas um gatinho aí? Não é que os vá substituir, nada disso, mas pensa nisso :)

Emma disse...

Oh :(
E não lhe podem dar algo para ele dormir toda a viagem?
Até porque tu à uns tempos disseste que os teus avós vão para aí viver e como fazem nessa altura? :S

Blackbird disse...

Custa mas é o melhor para ele... Pelo menos sabes que ele está a ser bem tratado :)

Mariana disse...

Eu sentir-me-ia imensamente triste se estivesse na tua situação, por isso presumo que estejas a sentir-te assim :( não haverá forma de minimizar esse stress, com medicação ou assim?

Hanna disse...

ohhh, isso é triste não poderes tê-los contigo :(
mas pronto, como disseste é melhor que fiquem bem cá em Portugal do que lhe acontecer alguma coisa.

Hanna disse...

ohhh, isso é triste não poderes tê-los contigo :(
mas pronto, como disseste é melhor que fiquem bem cá em Portugal do que lhe acontecer alguma coisa.

Joanna disse...

Eu também tenho um gato com essas mesmas dificuldades... Mas o veterinário não consegue saber o que é que ele tem, aparenta ter uma massa junto ao coração mas pelo menos não é cancerígena.
Quem me dera que a minha avó gostasse de gatos, a minha vida seria mais simples, tendo em conta que vivo com ela e que temos 3 gatos todos com personalidades distintas... mas como deves calcular, este gato de que te falei é o que menos chatices dá, é a paz de nosso senhor na terra... lool

beijo :)