sexta-feira

Preciso dos vossos conselhos!

 

  Como alguns de vocês já sabem, os meus pais e irmão estão no Canadá à procura de uma vida melhor. Eu optei por ficar cá por causa do Martim e dos meus avós. Eles lá estão bem, têm trabalho e o meu irmão está na escola. Eu já vos tinha dito que os ia visitar e agora ando a pensar em ficar mesmo lá...

  Não fui para a universidade por motivos financeiros, não consigo arranjar trabalho e não vejo futuro para mim neste país. Mesmo que lá também não consiga arranjar trabalho, o que é improvável, sempre posso tomar conta do meu irmão depois das aulas e assim não tem de se pagar a uma ama. Já era algum dinheiro que se poupava.
  Mas claro que também tenho coisas que me prendem cá. Os meus avós que, mais ano menos ano, acredito que também acabem por ir viver para lá, visto que têm lá a família toda. E claro, o Martim.
  O Martim está no último ano da universidade e já tinhamos falado em emigrar se ele não arranjasse emprego cá. Mas eu não posso pensar só nele. Ainda por cima com esta história toda da mãe dele não sei como as coisas vão ser. Se ela não o deixa vir dormir a minha casa, acham que o vai deixar ir viver comigo para outro país? Eu acho que não. Ainda por cima ele não se impõe e isso só nos está a afastar. E eu não posso estar a adiar a minha vida! Imaginem que eu fico à espera dele até acabar o curso e depois ele decide que não quer, ou que a mãe não deixa? Vou fazer papel de parva!
  Como vêm estou baralhada, confusa, sem saber o que fazer.

24 comentários:

Hanna disse...

acho que tens uma decisão difícil para tomar. como tu disseste, as coisas podem correr mal e ele acabar por não ir contigo para lá. e lá sempre tens a tua família e pode ser que até arranjes trabalho.
põe as coisas numa balança e vê qual é o lado que pesa mais, mas a decisão final é tua. espero que fique tudo bem, beijinho (:

Ariana disse...

Bem, não sou a pessoa indicada para te dar um concelho sobre isto porque passo pelo mesmo. A minha mãe e o meu pai estão também na suíça, eu sei que não se compara porque é muito mais perto, mas mesmo assim é tão longe. Sou um pouquinho mais nova que tu, ainda estudo, mas isso não muda nada.Eu sei o que é não querermos ir com os nossos país, porque é difícil deixar a nossa vida, mas ao m esmo tempo querer tanto ir.Quanto ao teu namorado(acho que é isso que ele te é.), tens de pensar que independentemente da decisão que tu tomes ele vai compreender-te e os teus avós também. Lá fora, vive-se muito melhor, mas não tens certas coisas, como os teus amigos, alguns dos teus familiares, o teu namorado e isso tudo, mas tens os teus país e o teu irmão, e claro se o que te prende aqui é saber só se o teu namorado vai ou não, vai, porque ele depois pode sempre ir ter contigo.E pelo teu futuro, lá vais arranjar mais facilmente emprego e viver melhor, sem dúvida. Eu pessoalmente escolhi ficar, mas agora a decisão é tua.

Olívia M. disse...

Eu acho que deves pensar muito nisso. Porque mudar de país é uma coisa, mas mudar de continente é outra.
Pensa muito bem nisso L.

Jessie disse...

Princesa segue o teu coração...
Sê forte e pensa bem nas tuas escolhas!

Jessie disse...

Resp: É mesmo!

Experiências e Constatações disse...

É preciso falar muito seriamente com ele sobre a mãe. E sobre a possibilidade de tu emigrares - até mesmo primeiro que ele. Realmente não podes estar a adiar a tua vida por alguém que não te dá certezas.

Rose M. disse...

r: Porque é que me dizes isso?

Rose M. disse...

r: Eu sei que quando somos mais velhos temos mais responsabilidades e temos que tomar mais decisões como por exemplo o que estás a passar por agora.

Eva Smith disse...

Se eu estivesse na tua situação ficava cá, por causa do Martim. No entanto, vê as vantagens e desvantagens de ires e ficares :)

Aninhas disse...

Que dilema... A imigração é cada vez mais uma saída e é muito mais fácil se já tiveres familiares no país. Contudo, deixar o coração cá ou ficar cá pelo coração também não é fácil..
Força :)

Athena disse...

Aí está uma coisa difícil.
Se fosse eu, eu emigrava.
Acho que não devias estar à espera, sendo que as coisas podem correr mal. Claro, é difícil deixar quem amamos cá, mas também tens de te amar a ti, pensar no teu futuro e não te prejudicares. Por isso, acho que seria melhor emigrares.
Se ainda tens dúvidas, é melhor fazeres uma lista de prós e contras.

Mariana disse...

Nestes assuntos não posso dar-te grandes conselhos :s mas acho que, como em todas as ocasiões, deves seguir o teu coração mas sem deixares de pensar em ti em primeiro lugar. Como costumo dizer, o mundo não acaba amanhã e há sempre tempo para errar, aprender, tomar as decisões acertadas ou voltar atrás se for preciso. Penso que mesmo que fiques afastada do teu namorado por uns tempos, se realmente gostarem um do outro tudo se irá compor :) mas também acredito que é a conversar que as pessoas se entendem e, se estivesse no teu lugar, falaria com o Martim, com os teus pais, os teus avós e depois de saber a opinião de todos, penso que seria mais fácil tomar uma decisão melhor para todos e, acima de tudo, para ti :)

R.: a casa que ele me mostro não foi esta mas também era uma grande casa! (não consegui encontrar a foto que ele me mostrou)

A disse...

Acho que deves pensar em ti primeiro, e ter essa conversa com o Martim. Expõe-lhe todos os factos e explica-lhe porque é que achas que deves ir para lá. Depois, ouve a opinião dele. De certeza que vai ser muito mais fácil tomar uma decisão.

Wendy disse...

De facto, é uma decisão muito difícil de tomar... Eu penso que deves pensar em ti e no que te faz realmente feliz. Na minha opinião, deves ir para junto da tua família com os teus avós e falar com o Martim. Tenta perceber se ele quer mesmo ficar ao teu lado, isto é, se pretende, após terminar o curso, ir para o Canadá contigo. Se ele não mostrar muita força de vontade, já sabes que ele não o fará e depois vais sentir-te arrependida por ter adiado ir em busca de um maior equilíbrio. Mas se ele mostrar que quer ir contigo, que quer que sejas realmente feliz, espera por ele; um ano passa a voar. A melhor maneira de te decidires e ficares bem contigo mesma é, sem dúvida, ao falares com ele. Ele tem de compreender a tua situação. A decisão final é tua.
Um beijinho de muita força!*

Amy ☮ disse...

eu acho que devias ir! :) se os teus avós estão também para ir, já é um bom motivo para ires. quanto ao martim... ele, provavelmente, não quererá ir para o canadá mal acabe a universidade mas um dia (futuro mais ou menos próximo) vai ter de sair de casa da mãe e ela já não o pode impedir de nada e aí sim, ele pode ir para o canadá. eu acho que devias ir, mesmo, nunca se sabe o futuro! :)

r: aquele não é o meu, foi uma fotografia que tirei da net. mas o meu era igual :)

Jovem $0nhador@ disse...

É uma decisão complicada, mas pensa em ti e no teu futuro, pensa no que te faz sentir bem e feliz! Vais chegar a uma conclusão de certeza! Boa sorte e força!

Catarina Canhoto disse...

Apesar de ele ser muito importante para mim, acho que devias pensar mais em ti e no melhor para ti! Se tens a tua família la e não consegues arranjar emprego cá....o que ficas cá a fazer? r: acho que a mãezinha não ia gostar muito de me ligar e eu ter não atender :p

Experiências e Constatações disse...

r: de nada e que tudo corra pelo melhor ;)
bjinhos*

Aaminah disse...

eu acho que no teu caso ficava cá se visse uma relação com futuro garantido com o meu namorado, porque caso contrário não ficava longe da minha família. Mas tens de pensar bem nisso tudo querida :)

Rita disse...

Amanhã as 12h estará um post agendado com um selo para o qual te nomeei :)

Ritinha disse...

Bem se já está a acabar a universidade é porque é adulto, se é adulto a mãe dele pode opinar e deve, mas ele é que decide o que quer ou não fazer. Acho que deves ter uma conversa séria com ele, e veres que respostas ele te dá, se achas que quer arriscar contigo ou não. Mas deves pensar sempre em ti primeiro!

Luana disse...

Sinceramente? Não leves a mal nada daquilo que vou dizer aqui mas acho que deves ir ter com a tua família. Possivelmente os teus avós vão acabar por ir para o Canadá e mais vale ires ter com eles, penso eu. Em primeiro lugar estás TU, eu entendo que tu o amas mas tu estás em primeiro lugar, sei que ele é o teu amor mas o teu futuro é aquilo que interessa, podes te apaixonar lá pelo Canadá, eu sei que é difícil mas talvez seja a melhor opcção, não achas? E concordo contigo contigo, acho que se a mãe dele não o deixa ir dormir aí também não o deixa sair do país contigo, sinceramente não percebo, ele não tem 18 anos? Fala com ele sobre tudo isto, desabafa, tenho a certeza que ele te vai entender porque no final de tudo és tu e o teu futuro, a tua família, não o teu namorado. Desabafa com ele e vais ver que, passado algum tempo, o que dissidiste será o mais correcto, eu acredito em ti! :)

A. M. disse...

é complicado :/ mas segue o teu coração!

Rita disse...

Eu nunca estive numa relação, por isso não tenho grandes conselhos para te dar. Eu se estivesse na tua situação emigrava, porque como as coisas estão com o Martim é sempre incerto e tu precisas de fazer algo da tua vida. Por isso pensa bem e decide o que é melhor para ti.
Se emigrar tem mais vantagens ou se é ficar! Pensa bem e boa sorte :D